* Todos os campos são obrigatórios

Fique por dentro dos cursos e eventos realizados pela Oficina Municipal!

curso

voltar
Oficinamunicipal-grid_6

Cidade Segura – Módulo I – Homicídio: perfil do crime e estratégias de prevenção

sob encomenda
  • Objetivos do curso

  • a)    Este curso tem como principal objetivo criar um novo paradigma da segurança pública, cuja perspectiva esta voltada para a construção de espaços urbanos seguros e sustentáveis, em que as pessoas sintam-se livres para frequentar e responsáveis por preservar.

    b)    Para construir um novo paradigma, pretendemos desconstruir ideias que não traduzam a realidade das cidades, em especial no que se refere à distribuição espacial dos crimes e às pessoas afetadas.

    c)    Esse desafio ainda traz a proposta de apresentar ferramentas que orientam a construção da Cidade Segura, como é o caso do CPTED (Crime Prevention Through Environmental Design) traduzido como “prevenção do crime por meio do desenho do ambiente”. 

     

    Apresentação e Justificativa: Nos últimos anos, a Segurança Pública tem sido uma das principais preocupações dos moradores de cidades. O crime e a violência são fenômenos que já não estão mais circunscritos aos grandes centros urbanos, eles também ocorrem em pequenas e médias cidades, causando impacto na sensação de segurança das pessoas. O recurso mais usado para tratar as questões relativas à segurança pública tem sido as polícias estaduais, que por mais eficazes que possam ser ainda atuam com maior ênfase no período após a ocorrência do crime e da violência. A prisão de criminosos nem sempre contribui para que as pessoas sintam-se mais seguras. Neste sentido, este curso propõe tratar o crime e a violência sob uma nova perspectiva, na qual o governo local ganha relevância na construção da Cidade Segura.

     

    Este curso faz parte do calendário 2013 de atividades subsidiadas pela Fundação Konrad Adenauer (FKA), fundação política alemã de orientação democrata-cristã e parceira estratégica da Oficina Municipal. A FKA leva o nome do primeiro Chanceler do período pós-Segunda Guerra Mundial que liderou o processo de reconstrução política, social e econômica da Alemanha. Adenauer foi um Estadista compromissado com o fortalecimento da Federação ao promover a cooperação entre as três esferas de governo e a autonomia dos Municípios. Por isso a Oficina Municipal e a FKA buscam juntas realizar a missão institucional de colaborar com o fortalecimento da Democracia e da Gestão Pública no plano municipal. Outras informações podem ser obtidas no website www.kas.de/brasil

    Por tratar-se de atividade subsidiada pela Fundação Konrad Adenauer, a taxa de inscrição é solicitada como compromisso do participante e a fim de democratizar e controlar o acesso ao curso sendo que a mesma não será devolvida em caso de desistência. Para dar acesso a um número maior de municípios há um limite de 3 (três) inscrições por Prefeitura ou Câmara Municipal. Quando houver mais interessados na atividade a Oficina Municipal abrirá listas de espera para montagem de nova(s) turma(s).

    Temas:
    Segurança Pública

  • Programa completo

  • Comunicação Não-Violenta: Introdução

    Ementa: • Discutir formas de comunicação que fomentem a emergência de novas soluções e estratégias em ambientes urbanos para a configuração de cidades seguras, fundamentadas na abordagem de Nonviolent Communication™ – NVC. • Oferecer ferramentas para expandir o potencial, a coesão e a sinergia de equipes por meio de abordagens de comunicação inteligente, eficaz e empática, fortalecendo a cultura organizacional. • Identificar e reformular padrões culturais e de comunicação que bloqueiem o fluxo criativo e colaborativo nas organizações municipais. • Promover a construção de relações de confiança em que há mais disposição para cooperação e apoio no espaço urbano. • Ampliar a capacidade criativa de líderes e gestores para transformar conflitos em oportunidades, fortalecendo a unidade e o propósito dos grupos, bem como sua produtividade. Metodologia: • Exposições teóricas; • Debates sobre os conceitos abordados; • Análise de casos reais; • Dinâmicas e exercícios em grupo, em que os participantes poderão introduzir suas experiências pessoais.

    Dinâmica Criminal: história, conceitos, legitimidade e técnicas

    Ementa: • Integrar e familiarizar o(a) educando(a)/participante com os conhecimentos necessários para um debate profundo e construtivo sobre segurança pública. • Debater a dinâmica da criminalidade no território e no tempo, tendo o cenário paulistano como base para as reflexões. • Inserir os(as) educandos(as)/participantes em um debate que possibilite uma interconexão entre a informação acadêmica mais qualificada e as experiências que eles(as) e o professor tenham acumulado, no que abrange a mortalidade violenta e os meios para compreendê-la. Metodologia: • Compartilhar conhecimentos e ideias que permitam ao(à) educando(a)/participante refletir sobre as suas atitudes e aumentar sua competência de compreender que a prevenção e o combate à mortalidade violenta hoje necessita de uma revisão de antigos paradigmas, uma renovação de conceitos para fins práticos, capaz de influenciar políticas públicas multidimensionais e multissetoriais, inteligentes e articuladas que compreendam as peculiaridades de cada região, cada período e cada comunidade.

    Espaço urbano

    Ementa: O objetivo deste módulo é entender os princípios estruturadores da vida pública e suas consequências espaciais a partir de uma escala ampla, afim de refletir sobre a psicologia do espaço e suas possíveis influências no convívio social. Para isso se fará uma introdução à análise do espaço público urbano dentro da perspectiva da cidade segura e sustentável, finalizando a abordagem à uma escala menor, de forma que se possa entender a importância das características do desenho do espaço e sua influência na percepção da segurança e consequentemente no uso que se faz dele. Metodologia: • Exposição teórica sobre o papel da segurança para a sustentabilidade urbana • Exposição e debate: relação entre forma e dinâmica urbana, a imagem do espaço publico e seus reflexos na cidadania. • Exposição de métodos e ferramentas existentes para a construção e manutenção de espaços urbanos seguros.

    Políticas Públicas

    Ementa: • Ações políticas e processos sócio-econômicos que impactam na evolução dos homicídios e sua relação com a formatação de projetos preventivos; • Apresentação da pluralidade de projetos existentes no âmbito da prevenção de homicídios, com ênfase nas questões que tangenciam a esfera das políticas locais e ambientais; • Estratégias de monitoramento e avaliação dos projetos. Metodologia: • Aula expositiva; • Análise de casos; • Exercício em sala.

    Dinâmica Criminal: Sistemas Informações Geográficas

    Ementa: • Discutir exemplos de políticas públicas que buscaram minimizar graves problemas sociais (sucessos e insucessos) e que buscaram nas análises espaciais e/ou nos Sistemas Informações Geográficas (SIG) suas fundamentações. • Apresentar funções e limitações da geoestatística e de representações (gráficos e mapas) de homicídios. • Avaliar SIGs e técnicas geoestatísticas. • Orientar para o melhor do uso de SIG. Metodologia: • Fornecer os princípios básicos sobre o uso das tecnologias do processamento de informações referenciais, abordando os aspectos da entrada, da saída e da manipulação de dados. • Também, habilitar o(a) educando(a)/participante a entender os potenciais e as limitações do uso de SIG, tornando-o capaz de compreender o processo de análise da dinâmica criminal.

    Comunicação Não Violenta: Harvest de aprendizados

    Ementa: • Fazer um Harvest de aprendizados angariados ao longo dos três dias de cursos, fundamentadas na abordagem de Nonviolent Communication™ – NVC. • Levantar e debater casos de padrões culturais e de comunicação que facilitem o fluxo criativo e colaborativo nas organizações municipais. • Debater como ampliar a capacidade criativa de líderes e gestores municipais, entre outros assuntos pertinentes. • Encerramento do curso Metodologia: • Debates sobre os conceitos abordados; • Exercício de “conversa estruturada” • Análise de casos reais, dinâmicas e exercícios em grupo, em que os participantes poderão introduzir suas experiências pessoais.

  • Professores

  • Oficinamunicipal-grid_2

    André Zanetic

    Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP). Consultor e pesquisador nas áreas de violência, criminalidade, e segurança em diversas entidades e instituições, como o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD, o escritório das Nações Unidas sobre drogas e crime (UNODC) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP/ Ministério da Justiça. Foi também Coordenador de Análise e Planejamento da Secretaria Municipal de Segurança Urbana de São Paulo, Visiting Scholar no Criminal Justice Program na Rutgers University (USA), pesquisador associado ao Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente – ILANUD e Gerente de Pesquisa e Referência do Instituto Sou da Paz.

    Noimg-grid_2

    Marcelo Batista Nery

    Doutorando em Sociologia na Universidade de São Paulo (USP) e graduado em Ciências Sociais pela USP, o primeiro com essa formação a obter o título de pós- graduação em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Tem experiência nas áreas de Geoinformação e Sociologia, com ênfase em análise espacial, violência urbana, segurança pública, componentes da dinâmica demográfica, métodos e técnicas do planejamento urbano e regional e fontes de dados demográficos. Atualmente presta consultorias a organizações sociais e instituições públicas que buscam simultaneamente a redução da violência e a promoção da cidadania, ministra cursos de curta duração e palestras, bem como realiza pesquisas no Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP.

    Oficinamunicipal-grid_2

    Zare Ferragi

    Zare Ferragi, graduado em administração pela EAESP-FGV, Mestre e Doutor em Administração Pública pela International Christian University (ICU) de Tóquio, Japão; Assessor Técnico do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) de São Paulo; Professor de Relações Internacionais da ESPM.

    Oficinamunicipal-grid_2

    Paloma Padilha de Siqueira

    Arquiteta e urbanista, mestre em meio ambiente e arquitetura bioclimática pela Escola Politécnica de Madrid, foi coordenadora da equipe de urbanismo comunitário no “Projeto Europeu de Segurança Cidadã para a Sociedade Diversa”, desenvolvido pela IE University, onde também atuou como docente no programa de formação profissional de planificação e gestão comunitária.

    Oficinamunicipal-grid_2

    Sandra Caselato

    Psicóloga (CRP 06/107019), Bacharel em Artes Plásticas, Especialista em Didática do Ensino Superior. Membro da APACP (Associação Paulista da Abordagem Centrada na Pessoa). Atua como psicoterapeuta e oferece consultoria e cursos sobre comunicação não-violenta, inteligência emocional, estresse e adaptação cultural, entre outros temas, para organizações, empresas e escolas no Brasil e no exterior, para desenvolvimento de equipes e lideranças, processos de mudança organizacional e transformação de conflitos, unindo princípios de não- violência a abordagens colaborativo-participativas inovadoras. www.psicologasandra.com

    Oficinamunicipal-grid_2

    Yuri Haasz

    Mestre em Ciências Sociais (Universidade de Chicago, foco em sustentabilidade social), Mestre em Relações Internacionais (ICU, Tóquio, Concentração em Estudos de Paz e Resolução de Conflitos), Aperfeiçoamento em Educação para Paz, Jornalismo de Paz e Transformação Pacífica de Conflitos. Foi bolsista Rotary World Peace Fellow 2009-2011 em Tóquio, e trabalhou com a Human Rights Watch, Divisão do Norte da África e Oriente Médio, em Jerusalém. É Diretor Executivo da FFIPP-Brasil (Faculty for Israeli-Palestinian Peace). Vem estudando, praticando e compartilhando Comunicação Não-Violenta no Brasil e no exterior. Oferece cursos e consultoria para desenvolvimento de equipes e lideranças, processos de mudança organizacional e transformação de conflitos, unindo princípios de não-violência a abordagens colaborativo- participativas inovadoras, contribuindo para a co-criação de um mundo sustentável.

  • Coordenadores

  • Oficinamunicipal-grid_2

    Tânia Pinc

    Doutora e Mestre em Ciência Política pela USP; trabalhou por vinte e cinco anos na Polícia Militar do Estado de São Paulo; foi consultora no Projeto Choque de Ordem II – na Guarda Municipal do Rio de Janeiro.

  • Público alvo

  • Gestor público local de áreas afetas à segurança urbana, planejamento, desenvolvimento urbano, habitação, infraestrutura urbana, obras, meio ambiente, assistência e desenvolvimento social; entre outras. Representantes da sociedade civil organizada (ONGs, CONSEGs entre outros), estudiosos do tema, jornalistas, policiais estaduais e federais, guardas municipais e todos os interessados em construir uma Cidade Segura.

  • Parceiros

  • Fundação Konrad Adenauer

Oficina Municipal

Rua Padre Garcia Velho, 73 cj 61/64
05421-030, Pinheiros
São Paulo/SP Brasil