* Todos os campos são obrigatórios

Fique por dentro dos cursos e eventos realizados pela Oficina Municipal!

curso

voltar
Oficinamunicipal-grid_6

Cidade Segura – Módulo II – Segurança na Escola: novos métodos para tratar velhos problemas

sob encomenda
  • Objetivos do curso

  • a)    Este curso tem como principal objetivo criar um novo paradigma da segurança pública, cuja perspectiva esta voltada para a construção de espaços urbanos seguros e sustentáveis, em que as pessoas sintam-se livres para frequentar e responsáveis por preservar.

    b)    Para construir um novo paradigma, pretendemos desconstruir ideias que não traduzam a realidade das cidades, em especial no que se refere à distribuição espacial dos crimes e às pessoas afetadas.

    c)    Esse desafio ainda traz a proposta de apresentar ferramentas que orientam a construção da Cidade Segura, como é o caso do CPTED (Crime Prevention Through Environmental Design) traduzido como “prevenção do crime por meio do desenho do ambiente”. 

     

     

    INSCRIÇÃO GRATUITA: Por tratar-se de atividade subsidiada pela Fundação Konrad Adenauer, este curso é oferecido exclusiva e gratuitamente a servidores públicos municipais lotados em Prefeituras e Câmaras Legislativas. Para democratizar o acesso, possibilitando a participação de um número maior de municípios, fica estabelecido o limite de 3 (três) inscrições por Prefeitura ou Câmara Municipal. Quando houver mais interessados na atividade a Oficina Municipal abrirá listas de espera para montagem de nova(s) turma(s). Também é possível realizar a atividade in company, sob encomenda, na sede de sua Prefeitura ou Câmara Municipal.

    IMPORTANTE: Os participantes inscritos que por ventura desistirem da vaga, deverão informar a Oficina Municipal com antecedência mínima de 3 (três) dias úteis anteriores à realização da atividade; Os participantes inscritos que não informarem sobre a desistência ou não comparecerem, ficarão impossibilitados de participar de quaisquer atividades gratuitas da Oficina Municipal por um período de 12 (doze) meses. 

    Temas:
    Segurança Pública

  • Programa completo

  • Comunicação Não-Violenta: Introdução.

    • Discutir formas de comunicação que fomentem a emergência de novas soluções e estratégias em ambientes urbanos para a configuração de cidades seguras, fundamentadas na abordagem de Nonviolent Communication™ – NVC. • Oferecer ferramentas para expandir o potencial, a coesão e a sinergia de equipes por meio de abordagens de comunicação inteligente, eficaz e empática, fortalecendo a cultura organizacional. • Identificar e reformular padrões culturais e de comunicação que bloqueiem o fluxo criativo e colaborativo nas organizações municipais. • Promover a construção de relações de confiança em que há mais disposição para cooperação e apoio no espaço urbano. • Ampliar a capacidade criativa de líderes e gestores para transformar conflitos em oportunidades, fortalecendo a unidade e o propósito dos grupos, bem como sua produtividade.

    Dinâmica Urbana e Violência Escolar: Análise dos principais condicionantes

    • Integrar e familiarizar o(a) educando(a)/participante com os conhecimentos necessários para um debate profundo e construtivo sobre violência. • Debater a dinâmica da criminalidade no território e no tempo, tendo o cenário paulistano como base para as reflexões. • Analisar a relação entre dinâmica criminal e violência na escola. • Debater a importância da escola (e dos anos de estudo) como condicionante da violência. • Definir o que se entende por violência no ambiente escola • Entender os tipos e os custos da violência na escola. • Considerar as recomendações para reduzir a violência na escola • Compartilhar conhecimentos e ideias que permitam ao(à) educando(a)/participante refletir sobre a necessidade de uma revisão de paradigmas, uma renovação de conceitos para fins práticos, capaz de influenciar políticas públicas multidimensionais e multissetoriais, inteligentes e articuladas que compreendam as peculiaridades de cada região, cada período e cada comunidade.

    Políticas Públicas

    • Apresentação do panorama de mudanças históricas e processos sócio-econômicos que têm impactado nas transformações do cenário com relação aos problemas de crime e violência em espaços diversos, e em especial no ambiente escolar; • A relação das dinâmicas sociais e urbanas com a formatação de projetos preventivos; • Prevenção da violência e promoção da segurança no ambiente escolar: concepções e projetos existentes; • Estratégias de monitoramento e avaliação dos projetos.

    Espaço urbano

    O objetivo deste módulo é entender os princípios estruturadores da vida pública e suas consequências espaciais a partir de uma escala ampla, afim de refletir sobre a psicologia do espaço e suas possíveis influências no convívio social. Para isso, se fará uma introdução à análise do espaço público urbano dentro da perspectiva da cidade segura e sustentável, finalizando a abordagem à uma escala menor, de forma que se possa entender a importância das características do desenho do espaço, sua influência na percepção da segurança e consequentemente no uso que se faz dele. Serão apresentadas ferramentas de análises e estratégias para humanizar o ambiente escolar e enraizar valores da cidade segura aplicando critérios de desenho seguro na edificação e seu entorno. Premissas para que a escola participe da segurança do bairro e o bairro da segurança da escola.

    Dinâmica Criminal: Sistemas Informações Geográficas

    • Discutir exemplos de políticas públicas que buscaram minimizar graves problemas sociais (sucessos e insucessos) e que buscaram nas análises espaciais e/ou nos Sistemas Informações Geográficas (SIG) suas fundamentações. • Apresentar funções e limitações da geoestatística e de representações (gráficos e mapas) de homicídios. • Avaliar SIGs e técnicas geoestatísticas. • Orientar para o melhor do uso de SIG.

    Oficina

    • A oficina será realizada através da visita a uma escola situada no entorno da Oficina Municipal, sendo realizada, pelos estudantes e com o apoio dos professores, a observação sistemática do local. As observações serão registradas em fichas de análise já preparadas para este preenchimento, e servirão de base para as análises e conclusões dos alunos. Essas observações e análises serão focalizadas nos temas trabalhados nas disciplinas Espaço urbano e Políticas Públicas, sendo centralizadas, portanto, em duas frentes complementares: por um lado, nas intersecções entre características arquitetônicas, urbanísticas e segurança; e, por outro, nas ferramentas relevantes para se diagnosticar os problemas e monitorar as respectivas estratégias adequadas ao seu enfrentamento.

  • Professores

  • Oficinamunicipal-grid_2

    André Zanetic

    Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP). Consultor e pesquisador nas áreas de violência, criminalidade, e segurança em diversas entidades e instituições, como o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD, o escritório das Nações Unidas sobre drogas e crime (UNODC) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP/ Ministério da Justiça. Foi também Coordenador de Análise e Planejamento da Secretaria Municipal de Segurança Urbana de São Paulo, Visiting Scholar no Criminal Justice Program na Rutgers University (USA), pesquisador associado ao Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente – ILANUD e Gerente de Pesquisa e Referência do Instituto Sou da Paz.

    Noimg-grid_2

    Marcelo Batista Nery

    Doutorando em Sociologia na Universidade de São Paulo (USP) e graduado em Ciências Sociais pela USP, o primeiro com essa formação a obter o título de pós- graduação em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Tem experiência nas áreas de Geoinformação e Sociologia, com ênfase em análise espacial, violência urbana, segurança pública, componentes da dinâmica demográfica, métodos e técnicas do planejamento urbano e regional e fontes de dados demográficos. Atualmente presta consultorias a organizações sociais e instituições públicas que buscam simultaneamente a redução da violência e a promoção da cidadania, ministra cursos de curta duração e palestras, bem como realiza pesquisas no Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP.

    Oficinamunicipal-grid_2

    Paloma Padilha de Siqueira

    Arquiteta e urbanista, mestre em meio ambiente e arquitetura bioclimática pela Escola Politécnica de Madrid, foi coordenadora da equipe de urbanismo comunitário no “Projeto Europeu de Segurança Cidadã para a Sociedade Diversa”, desenvolvido pela IE University, onde também atuou como docente no programa de formação profissional de planificação e gestão comunitária.

    Noimg-grid_2

    Cesar Ferragi

    Graduado em Administração pela EAESP-FGV, Mestre e Doutor em Administração Pública pela International Christian University em Tóquio, Japão (Concentração em Teoria das Organizações, Policiamento Comunitário e Participação Cidadã). Possui aperfeiçoamento em Políticas Públicas pela Universidade do Texas em Austin, e em Estudos da Paz e Resolução de Conflitos pela Universidade da ONU, em Tóquio. Atualmente é professor de Relações Internacionais da ESPM, e trabalha como assessor técnico de gabinete na Secretaria Municipal de Segurança Urbana de São Paulo.

    Oficinamunicipal-grid_2

    Sandra Caselato

    Psicóloga (CRP 06/107019), Bacharel em Artes Plásticas, Especialista em Didática do Ensino Superior. Membro da APACP (Associação Paulista da Abordagem Centrada na Pessoa). Atua como psicoterapeuta e oferece consultoria e cursos sobre comunicação não-violenta, inteligência emocional, estresse e adaptação cultural, entre outros temas, para organizações, empresas e escolas no Brasil e no exterior, para desenvolvimento de equipes e lideranças, processos de mudança organizacional e transformação de conflitos, unindo princípios de não- violência a abordagens colaborativo-participativas inovadoras. www.psicologasandra.com

    Oficinamunicipal-grid_2

    Yuri Haasz

    Mestre em Ciências Sociais (Universidade de Chicago, foco em sustentabilidade social), Mestre em Relações Internacionais (ICU, Tóquio, Concentração em Estudos de Paz e Resolução de Conflitos), Aperfeiçoamento em Educação para Paz, Jornalismo de Paz e Transformação Pacífica de Conflitos. Foi bolsista Rotary World Peace Fellow 2009-2011 em Tóquio, e trabalhou com a Human Rights Watch, Divisão do Norte da África e Oriente Médio, em Jerusalém. É Diretor Executivo da FFIPP-Brasil (Faculty for Israeli-Palestinian Peace). Vem estudando, praticando e compartilhando Comunicação Não-Violenta no Brasil e no exterior. Oferece cursos e consultoria para desenvolvimento de equipes e lideranças, processos de mudança organizacional e transformação de conflitos, unindo princípios de não-violência a abordagens colaborativo- participativas inovadoras, contribuindo para a co-criação de um mundo sustentável.

  • Coordenadores

  • Oficinamunicipal-grid_2

    Tânia Pinc

    Doutora e Mestre em Ciência Política pela USP; trabalhou por vinte e cinco anos na Polícia Militar do Estado de São Paulo; foi consultora no Projeto Choque de Ordem II – na Guarda Municipal do Rio de Janeiro.

  • Público alvo

  • Gestor público local de áreas afetas à segurança urbana, planejamento, desenvolvimento urbano, habitação, infraestrutura urbana, obras, meio ambiente, assistência e desenvolvimento social; entre outras. Representantes da sociedade civil organizada (ONGs, CONSEGs entre outros), jornalistas e estudiosos do tema. O curso também é voltado para policiais estaduais e federais, além de guardas municipais que ocupem posição de comando/chefia.

  • Parceiros

  • Fundação Konrad Adenauer

Oficina Municipal

Rua Padre Garcia Velho, 73 cj 61/64
05421-030, Pinheiros
São Paulo/SP Brasil