* Todos os campos são obrigatórios

Fique por dentro dos cursos e eventos realizados pela Oficina Municipal!

curso

voltar
Oficinamunicipal-grid_6

Contribuição de Iluminação Pública - CIP e tributos conexos

sob encomenda
  • Objetivos do curso

  • Com a transferência compulsória da responsabilidade sobre os serviços de iluminação pública para as prefeituras, a CIP passa a ter grande importância, justamente porque tendem a crescer as despesas dos municípios com os referidos serviços e a receita deve vir de algum lugar. A CIP foi criada especificamente para custear a iluminação pública, daí porque agora, mais do que nunca, deve ser bem explorada pelas prefeituras para que possa ser proporcionada à população bons serviços nessa seara. Em virtude disso, da enorme importância que a CIP adquiriu em nosso campo tributário, é que resolvemos idealizar o presente curso, para orientar os profissionais da área sobre como cobrar de modo legítimo essa contribuição. Aproveitaremos ainda a oportunidade para discorrer sobre tributos imobiliários conexos, tais como IPTU, ITBI e Contribuição de Melhoria.

     

    Este curso faz parte do calendário 2013 de atividades subsidiadas pela Fundação Konrad Adenauer (FKA), fundação política alemã de orientação democrata-cristã e parceira estratégica da Oficina Municipal. A FKA leva o nome do primeiro Chanceler do período pós-Segunda Guerra Mundial que liderou o processo de reconstrução política, social e econômica da Alemanha. Adenauer foi um Estadista compromissado com o fortalecimento da Federação ao promover a cooperação entre as três esferas de governo e a autonomia dos Municípios. Por isso a Oficina Municipal e a FKA buscam juntas realizar a missão institucional de colaborar com o fortalecimento da Democracia e da Gestão Pública no plano municipal. Outras informações podem ser obtidas no website www.kas.de/brasil

    Este curso tem os seguintes objetivos de aprendizagem: 

    a)    Compreender as possibilidades de readequação e modernização tributária para incorporar a gestão da iluminação pública nos municípios;

    b)    Entender os fundamentos constitucionais que permitem melhorias do sistema tributário municipal

    c)    Assimilar a CIP (Contribuição da Iluminação Pública) como principal fonte desta nova competência municipal;

    d)    Avaliar as possibilidades de incorporar outros tributos conexos como IPTU, ITBI e Contribuições de Melhoria neste processo;

    e)    Valorizar o intercâmbio de informações entre os participantes e a formação de uma rede de aprendizagem em que municípios de diferentes portes possam trocar relatos sobre as práticas tributárias voltadas direta e indiretamente à gestão da iluminação pública;

    Temas:
    Finanças / Orçamento / Controle

  • Programa completo

  • Roda de apresentação dos participantes e mapeamento de expectativas

    Apresentação individual dos participantes e mapeamento das expectativas, permitindo a otimização dos trabalhos do dia; Apresentação da missão, visão e valores da Oficina Municipal e da Fundação Konrad Adenauer, contextualizando os temas da cidadania, política e federalismo no exercício do programa de formação

    Tributos Imobiliários

    Considerações iniciais sobre os tributos imobiliários da competência do município – fundamento constitucional.

    CIP – Contribuição de Iluminação Pública – Parte 1

    Feição constitucional do tributo; constitucionalidade declarada pelo STF;

    CIP – Contribuição de Iluminação Pública – Parte 2

    Natureza jurídica: imposto, taxa ou contribuição de melhoria? Elementos do fato gerador: material, espacial, temporal, pessoal e quantitativos; Necessidade de prestação específica do serviço de iluminação para a cobrança da CIP.

    CIP – Contribuição de Iluminação Pública – Parte 3

    Constitucionalização do tributo: formato e requisitos que a contribuição deve possuir para a sua legítima arrecadação. Entendimento pacificado do Tribunal de Justiça de São Paulo; Destinação do Produto de Sua Arrecadação; Despesas de Custeio e de capital

    IPTU

    Elementos do fato gerador; base de cálculo; alíquota; responsabilidade do adquirente

    ITBI

    Elementos de seu fato gerador; base de cálculo; Alíquota; procedimentos de fiscalização

    Contribuição de Melhoria

    Elementos de seu fato gerador; Como constitucionalizar a cobrança; critérios global e individual para a tributação;

  • Coordenadores

  • Noimg-grid_2

    Eder Brito

    Mestre em Administração Pública (Korea  University); Mestrando em Gestão de Políticas Públicas (EACH-USP). Jornalista, pós-graduado em Comunicação Organizacional. Coordenador de Projetos da Oficina Municipal.

  • Público alvo

  • Este curso é exclusivamente voltado para servidores público de Prefeituras e Câmaras Municipais. Também são bem vindas as inscrições de profissionais da administração pública indireta nos municípios ou nas administrações públicas ligadas aos Governos Estaduais e Federal.

  • Parceiros

  • Fundação Konrad Adenauer

Oficina Municipal

Rua Padre Garcia Velho, 73 cj 61/64
05421-030, Pinheiros
São Paulo/SP Brasil